quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Arrepio de Larissa Ferrari

                                               
                                                             Sinopse
                                


É possível vencer o jogo de seres que passaram os milênios praticando-o?
É possível vencer seres que adoram contornar a verdade mesmo só podendo dizê-la?
É possível saber quem é o inimigo e o companheiro?
É possível sobreviver em meio as suas omissões e mentiras meia ditas, mesmo sabendo que na realidade não são mentiras?
É possível vencer alguém que diz querer te proteger mas ao mesmo tempo cria planos para entregá-la?
É possível perder algo quando nada se tem além de uma alma?

ão sei mais o que sinto. Estou me tornando uma pessoa fria, sem coração. Todo mundo me fala isso. Mas os culpados são exatamente eles, pensam que sou somente um pedaço de carne que não pensa ou sente. Eu sinto, de verdade, só não demonstro. Não quero que descubram meus pontos fracos, não quero que descubram como apenas uma palavra, mesmo dita da forma mais inocente possível, pode me magoar. Guardo isso. Tudo isso. Então de tantas vezes ouvir a mesma coisa, seja de meus pais ou amigos, estou começando a acreditar.
Então agora, além de ser problemática, também sou louca e o por que é bem simples, às vezes vejo coisas que não deveriam estar lá, na minha visão algumas pessoas simplesmente possuem características a mais, como pernas de bode, pele verde, é bem simples se parar para pensar. 
Mas sem problemas, Amanda sempre tem uma resposta para tudo, portanto agora vou ter que mudar para o interior de São Paulo com ela e aprender a ser uma boa e caipira garota, para não ter o potencial de virar uma psicopata, meu sonho de vida. Entretanto, minha irmã tem seus momentos legais, quando não está sendo fútil ou preocupada em salvar o mundo. Sim, ela pode ser tão fútil quanto pode ser ecológica, nós da família Araújo temos a grande tendência de sermos bipolares, sorte que faço questão de jurar que fui adotada.

O engraçado é que não nos parecemos nem um pouco, apesar de termos somente quatro anos de diferença, minha irmã é a gracinha que sempre faz o que todos pedem, a bondosa que sempre leva maior parte da atenção, rosto delicado e lindo. Eu? A garota respondona, que sempre chega na hora errada e nunca sabe a hora de parar, rosto marcante, com enormes olhos cor de gelo, totalmente o contrário dos chocolates da perfeitinha.
Como sempre digo e penso, minha irmã sempre foi, é e será a estrela de nossa família, já eu, bem, eu sou apenas a vadia.
                                   Trecho do primeiro capítulo 
Primeiro dia de aula na nova escola, preparados para a ladainha de sempre? “Pra que preciso estudar? Odeio escola, por que ainda existe esse tipo de tortura? E blá, blá, blá”. Bem, a realidade é um pouco diferente, não se enganem, pois não sou uma viciada em estudar, mas é que, ao menos na escola, ninguém sabe quem realmente sou, por pelo menos seis horas posso fugir da minha vida, fingir ser uma garota diferente, uma que não tem problemas, ao menos lá, posso ser quem realmente quero. Eles podem sim, e a maioria, com certeza, irá me julgar, como fazem com todos, mas ser julgada por estranhos, pelo menos, é bem menos doloroso do que a mesma coisa ser feita pela sua própria família.



                                                  A minha opinião
Todo mundo sabe que eu adoro os livros dela, na minha opinião eles são muito bem escritos, e etc, etc... como ainda ta no primeiro capitulo, eu ainda não tenho muito o que falar, mais de cara eu já gostei muito da historia e acho que quando ta no inicio é bem mais facil pra acompanhar depois,  a Erica é a ovelha negra da família levanta a mão quem aqui tbm é o| e bem, ela pode ver  a verdadeira face das pessoas hm... isso soou tão dramático ,  e ela tem a irmã, claro, que é boazinha, educada, bonitinha  mais lá no fundo é um demônio que eu sei ¬¬  e que todo mundo ama... Enfim, leiam, vocês não vão se arrepender. é só clicar aqui



Esse aqui é o book trailer.


Bye Dears
Beijoos até a próxima  

Um comentário:

  1. Nossa que historia,hein.Amei o trailer so acho que ele se perdeu um pouco no meio.O inicio ta legal,mas gostei muito mesmo,parabéns.

    ResponderExcluir