sexta-feira, 29 de julho de 2011

Livro:"Eternamente" de Sophie Kriski

Achei bem legal a história,quem quiser entrar no blog,é só clicar aqui.Além disso,se tudo dar certo,vou conseguir uma entrevista com a Sophia :)


Ever se muda com os seus pais para Preciosa, uma cidadezinha pacata, onde nunca é verão.Após tres meses Ever se adapta ao clima e ao resto da cidade, e então uma familha se muda para Preciosa, a familha Devón, e logo em seguida um garoto chamado Diego Auguste. Eve acaba por se envolver em clima de tanto mistério de Damen Devón, mas o que Ever não sabe é que a familha Devón esconde um grande segredo assim como Preciosa é uma cidadezinha pequena, mas que guarda grandes segredos. 
Eu tentei correr mas não tinha para onde ir...Eu tentei gritar... Mas a minha voz não saia...Eu tentei lutar....Mas no fundo eu sabia que eu nunca venceria.
Capitulo I

“Nunca é verão aqui!” Meu pai falou quando passamos pela placa avisando que estávamos adentrando a cidade, adentrando a noite fria, adentrando o nevoeiro.
Ainda me lembro muito bem daquele dia fatídico em que tive de deixar todos os meus sonhos para trás, em que tive de jogá-los no lixo. Tudo que eu sonhei está no lixo agora e não tem mais volta.
Em pensar que esse é o meu ultimo dia de férias o meu estômago se embrulha todo, como será a Academia de São Francisco? Meus pais devem está querendo mesmo se livrar de mim, a Academia é um tipo... Tempo integral literalmente! Eu vou ter que morar lá, da para acreditar?
Neste momento estou deitada na grama no quintal, de olhos fechados sentindo o cheiro de ar puro, quase desprovido de poluição, e absorvendo o pouco de vitamina D que as nuvens deixavam passar apenas
- Saia daí, vai chover! – Minha mãe grita da garagem, adentrando o carro para ir trabalhar.
- Sempre chove! – Murmurei baixinho observando as nuvens escuras formarem um desenho.
Olho as nuvens com mais atenção e vejo uma rosa se formar no céu, desvio o olhar e olho novamente, a rosa se fora. O vento soprou preguiçosamente, fazendo o meu cabelo se agitar e alguns fios caírem no meu rosto. Afastei-os do meu rosto e vejo um pingo de chuva cair lentamente ao meu lado na grama. Começou a chover mais intensamente, me levantei do chão e levantei o meu rosto em direção às nuvens escuras. E eu fiquei ali, sentindo a chuva encharcar a minha roupa e lava o meu rosto.
Tenho a sensação de estar sendo vigiada novamente, olho para a floresta do outro lado da rua e não encontro nada, apenas a escuridão que ali morava. Viro de costas para a floresta e começo a caminhar em direção a varanda da minha casa. Ouço um barulho e o olho novamente para a floresta e não encontro nada; viro-me em direção ao quintal do meu vizinho e encontro Jace retirando o cortador de grama da chuva.
 - Hey! Jane...
- Oi... – Acenei para ele. Olho para a minha casa e depois para ele – Huuu... Eu tenho que entrar...
- Oh, sim... E eu tenho que colocar isso na garagem... Então nos vemos amanhã?
- Yeh, nos vemos amanhã!

Jace: O que eu posso dizer sobre Jace além dele ser o meu melhor amigo dês de que me mudei para São Francisco? Hãn... Ele tem 1,75 metros de altura, tem cabelos negros igual carvão e olhos verdes – puxou os olhos da Sra. Auguste, eles são duas esmeraldas brilhantes – gosta de quase tudo que eu gosto, tem pavio longo ou curto certas vezes – depende da situação – e ele é um gato!

Me seco e coloco roupas novas, cheiro o meu cabelo que agora está com cheiro de melão e saio do banheiro indo em direção do quarto. Ligo a televisão e procurei algo para ver na TV. Deixei no canal da Fox onde estava passando a vigésima segunda temporada de Os Simpsons, me deitei na cama e fiquei vendo o seriado até pegar no sono.

Um comentário:

  1. Oii
    O blog 100% Leitura está a renovar as parecerias! Está interessado? Então deixe-nos saber!!
    ...
    ♡ ... http://malucosdaleitura.blogspot.com/ ... ♡
    ...
    xoxo

    ResponderExcluir